Vista parcial da minha cidade natal: Amparo, Estado de São Paulo, Brasil.


Seja bem-vindo(a) incansável seguidor(a) e amigo(a)!

Salve incansável e fiel seguidor(a)

domingo, 14 de dezembro de 2014

Tardígrado ou Urso d’água!

Conhece essa criatura?
Você já ouviu falar do Tardígrado?

Ou então, “Urso d’água”?

Essas criaturinhas são minúsculas, seu comprimento varia de 0,05mm a 1,25mm, eles possuem ao todo 8 patinhas e em cada patinha é possível encontrar de 4 a 8 garrinhas.

Eles vivem no meio de musgos e liquens e possuem uma cor que vai desde o laranja avermelhado até um verde oliva.
Nesses animaizinhos você não vai encontrar nem sistema circulatório e nem um aparelho respiratório, as trocas gasosas podem acontecer aleatoriamente e em qualquer parte do corpo, eles se alimentando sugando o conteúdo celular de algas ou então de bactérias e o mais incrível, podem ser encontrados em qualquer canto do planeta.

Para você ter uma ideia do quão estranho é esse bichinho, a Agência Espacial Europeia, realizou em setembro de 2007 uma experiência. 

 Eles enviaram os Tardígrados para o espaço dentro de uma cápsula espacial! 

 Os bichinhos sobreviveram à radiação ultravioleta, falta de oxigênio, raios cósmicos e, além de conseguir sobreviver, eles ainda tiveram a capacidade de se reproduzir. 

 Eles podem viver até 120 anos, eles são capazes de desligarem o metabolismo deles quando se encontram em algumas situações ruins, como um período de extrema seca, por exemplo, além disso, eles podem reparar o DNA com danos causados pela radiação.

Esse bichinho é capaz de suportar uma pressão de 75 mil atmosferas, sabe o que isso significa? 

 Uma pressão 10 vezes maior do que a pressão que os animais que vivem nas zonas profundas do oceano são capazes de aguentar. 

Eles aguentam ainda ficar imersos durante algum tempo em temperaturas de 200ºC. 

Para você ter uma ideia, se nós fossemos expostos a 100 graus de radiação teríamos falência do sistema nervoso, distúrbios respiratórios, convulsões seguidas do estado de coma, os tardígrados conseguem suportar 5700 graus de radiação. Incrível não é mesmo? 

 Os tardígrados são com certeza os bichinhos mais diferentes que vivem no nosso planeta e ainda tem muito o que estudar sobre esse minúsculos animais capazes de aguentar qualquer coisa.

Assista ao vídeo:


Isto é INCRÍVEL!